quinta-feira, junho 16, 2016

Resenha - O Lado Bom da Vida

Edit Postado por com Sem comentários
Título: O Lado Bom da Vida
Autores: Matthew Quick
Editora: Intrínseca
Gênero: Romance
Ano: 2013
Páginas: 254
Classificação✭✭✭✭✭
Onde Comprar: Submarino Americanas 

Sinopse: Pat Peoples, um ex-professor na casa dos 30 anos, acaba de sair de uma instituição psiquiátrica. Convencido de que passou apenas alguns meses naquele “lugar ruim”, Pat não se lembra do que o fez ir para lá. O que sabe é que Nikki, sua esposa, quis que ficassem um “tempo separados”.

Tentando recompor o quebra-cabeça de sua memória, agora repleta de lapsos, ele ainda precisa enfrentar uma realidade que não parece muito promissora. Com o pai se recusando a falar com ele, a esposa negando-se a aceitar a revê-lo e os amigos evitando comentar o que aconteceu antes de sua internação, Pat, agora viciado em exercícios físicos, está determinado a reorganizar as coisas e reconquistar sua mulher, porque acredita em finais felizes e no lado bom da vida.

Uma história comovente e encantadora, de um homem que não desiste da felicidade, do amor e de ter esperança.

Na orelha: Uma história encantadora sobre amor, loucura e Kenny G.

Pat Peoples tem uma teoria: sua vida é um filme produzido por Deus, sua missão é se tornar física e emocionalmente preparado e seu final feliz será a reconciliação com a ex-mulher, Nikki. Depois de uma temporada em um hospital psiquiátrico, Pat volta a morar com os pais, mas tem a impressão de que tudo está mudado: seus antigos amigos estão ocupados com as novas famílias, seu time está perdendo o campeonato (o que faz com que o humor de seu pai esteja pior que o de costume) e seu novo psiquiatra parece recomendar o adultérios como forma de terapia. Ainda assim, Pat insiste em ver o que há de bom no mundo.

Sensível e divertida, O lado bom da vida é a tumultuada história de um homem que tenta recuperar a memória e superar a falta que sente da esposa. Neste brilhante romance, Matthew Quick mostra as coisas sob uma perspectiva distorcida, mas ainda assim cativante. O resultado é uma narrativa comovente e muito engraçada, que nos faz enxergar tanto o amor quanto a depressão de maneira diferente.

A adaptação cinematográfica de O lado bom da vida, dirigida por David O. Russell, de O vencedor, é estrelada por Bradley Cooper, Jennifer Lawrence e Robert De Niro.

Minha opinião: Cara, não consigo pensar nas palavras certas que possam descrever esse livro tanto o quanto ele merece, mas mesmo assim irei tentar.

Antes de começar a ler esse livro eu estava lendo outro, mas como a leitura desse outro começou a ficar um pouco cansativa, eu não estava conseguindo me concentrar nele, isso porque eu não parava de pensar em O Lado Bom da Vida, fazia mais de um ano que esse livro estava guardado em minha estante esperando a sua vez, eu sempre adiei a leitura dele, porque eu sabia de alguma forma que eu deveria estar preparada para o ler, e quando eu senti que tinha chegado a hora eu não conseguia para de pensar nele. Quando enfim comecei a ler, fiquei com um pouco de receio por medo de não atender todas as minhas expectativas, mas eu fiquei tão apaixonada que definitivamente eu não conseguia parar de ler, no trabalho era um sacrifício para mim resistir para não abrir o livro e ler, na faculdade a mesma coisa (rsrs). Matthew mexe tanto com a gente com suas palavras que é impossível não se deixar levar.

Eu não chorei o lendo, mas, em compensação me fez rir muito, a Tiffany é muito, mas muito engraçada.

SUPER indico a leitura desse livro, tenho plena certeza que você não irá se arrepender. Você pode ler o primeiro capítulo do livro aqui.

E você que já o leu. O que achou? Conte para mim nos comentários, vou adorar saber a sua opinião. 😀
Reações:

0 comentários:

Postar um comentário